Desenvolvido por Laruê Agência    
Home
    Fique informado sobre os eventos do grupo
 
   
 
 
 
   
 
 
     
 
 

 

| Alessandro Vaz de Mattos  
 
   
   
Nasceu em março de 1977 em Bagé, onde reside com a esposa Letícia Cantiliano Mattos. Estudou acordeom e teoria musical no Instituto Municipal de Belas Artes de Bagé e, mais tarde por influência do pai e do tio, estudou violão também.

No segmento artístico Grupos de Danças Tradicionais do Rio Grande do Sul começou com treze anos de idade como dançarino, depois, como músico, passou por várias entidades tradicionalistas locais e da região, chegando a participar de comissões avaliadoras como a do ENART e do FEPART (Paraná). 

Desde 2000 desenvolve um trabalho com iniciantes na música nativista gaúcha, onde orienta os jovens que desejam aprender a tocar acordeom ou violão. O projeto de iniciação musical realizou duas edições do evento denominado “Serão Jovem Nativista” que tem um cunho músico-pedagógicol e o intuito de levar estes iniciantes na música ao palco pela primeira vez. 

Participou também de alguns festivais de música nativista como “Canto Moleque” de Candiota, “Barreiro da Canção”, “Canto Sem Fronteira” e “Galponeira de Bagé,Gauderiada” de Rosário do Sul, “Cante e Encante seu CTG” de Gravataí, “Jerra” de Santa Vitória do Palmar e "Vertente da Canção" de Santana do Livramento.

Músico compositor, toca acordeon, violão, bombo leguero e faz voz solo e vocais no projeto cultural que criou em 2003, chamado Sonido del Alma Gaucha. Com o apoio dos colegas, conquistou para o grupo algumas distinções, como o Troféu Talentos da Terra da RBS TV Bagé nos anos de 2007 e 2008; Troféu Vencedores 2009 e 2010;  a indicação ao Prêmio Açorianos da Música de Porto Alegre em 2010 e o Prêmio Bravo 2010.

Paralelamente à música é Professor de Língua Espanhola na rede municipal de ensino de Bagé e Mestrando em Ensino de Línguas pela Universidade Federal do Pampa.

Correio eletrônico: 
alessandro.mattos@sonidodelalmagaucha.com.br e alessandrovazdemattos@hotmail.com


Facebook:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100000224990014
 
 
 
| Alexandre Dantas Brose  
 
   
   
Bageense, nascido em 29/08/1994. 

No ano de 2002, começou a estudar no Instituto Municipal de Belas Artes – IMBA, nos cursos de Teoria Musical e Acordeom, formando-se em Teoria Musical no ano de 2009, quando já estava incluído nas turmas de Canto, ministrado pela professora Elizabeth Infantini, como também no curso de Sopro

No Tradicionalismo Gaúcho, conquistou os títulos de 1º Guri Farroupilha do C.T.G. Sentinela da Fronteira nos anos de 2005/2006; 1º Guri Farroupilha da 18ª Região Tradicionalista – Gestão 2006/2007. 

Em festivais artísticos destacou-se com o 2º lugar Intérprete no Festival Estudantil de Candiota-RS – ACAES em 2005, 2º lugar na categoria Intérprete do 1º Rodeio Artístico do C.T.G. Sentinela da Fronteira de Bagé-RS em 2005, 1º lugar no 7º Seibo da Canção de Candiota-RS, 1º lugar na categoria Intérprete e Declamação no 2º Rodeio Artístico do C.T.G. Sentinela da Fronteira de Bagé-RS em 2006, 2º lugar na categoria Intérprete do 4º Rodeio Artístico do C.T.G. Sentinela da Fronteira em 2008, 3º lugar na categoria Intérprete no Canto Sem Fronteira Piá em 2007, 2º lugar na categoria Intérprete no Canto Sem Fronteira Piá em 2008 e 2009, 1º Lugar na categoria Declamação e Intérprete no 4º Rodeio Artístico do C.T.G. Sentinela da Fronteira em 2006. 

Paralelamente à música cursa Zootecnia na Universidade Federal do Pama - UNIPAMPA

No Sonido faz voz solo, vocais e percussões.

Correio eletrônico:
alexandre.brose@sonidodelalmagaucha.com.br

Facebook:
www.facebook.com/profile.php?id=100002567082332
 
 
 
| Diego Kaupe Conde  
 
   
   
Nascido em Bagé a 06 de março de 1984. Começou a se interessar por música aos quinze anos, quando ganhou um violão de seu pai. 

Músico eclético trabalhou com bandas de estilos diversos. 

Participou de vários festivais, destaque para o “SESI descobrindo talentos” onde foi campeão da etapa Bagé, chegando à final estadual em 2002. Obteve a mesma colocação no “Retornão Atlântida”. 
Já a classificação para a fase final do Festival “Paredão Polar” o levou a fazer show num dos palcos alternativos do Planeta Atlântida

Na música nativista gaúcha, participou de festivais como a “Galponeira” e o “Canto Sem Fronteira” de Bagé.

Paralelamente à prática musical, cursa Licenciatura em Música na Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA)

No Sonido é o baixista. 

Correio eletrônico:
diego.kaupe@sonidodelalmagaucha.com.br 

Facebook:
http://www.facebook.com/diego.kaupe
 
 
 
| Hérick Vaz Rodrigues  
 
   
   
Nasceu em 01 de novembro de 1994, em Bagé.
 
Em 2001 mudou-se para Canoas, onde, quatro anos mais tarde, começou seus estudos em teoria musical e acordeom na Escola de Música de Canoas. 
 
Participou de diversos festivais de musicais no Estado do Rio Grande do Sul, os quais destacam-se: Galponeira e Canto Sem Fronteira (Bagé), Ponche Verde (Dom Pedrito), Canto Moleque (Candiota), Terra e Cor (Pedro Osório) e Casilla da Canção (Itaqui).
 
Desde 2012, integra o grupo Sonido del Alma Gaucha, como acordeonista.

Facebook:
https://www.facebook.com/herick.vaz?fref=ts
 
 
 
 
| Lissandro Perez Jacinto  
 
   
   
Nascido em Bagé em 1/7/1984, começou na música estudando Violão Clássico aos quatorze anos no Instituto Municipal de Belas Artes (IMBA). 

Participou de festivais como 4ª, 5ª e 6ª Galponeira de Bagé e 5ª Canto Sem Fronteira Piá

Seu toque traz forte influência da Música Flamenca, tendo como referências os mestres Paco de Lucia, Vicente Amigo

Lissandro é graduado em Música pela Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) e professor de Violão do Conservaótio de Música de Dom Pedrito-RS.

Correio eletrônico:
lissandro.perez@sonidodelalmagaucha.com.br

Facebook:
http://www.facebook.com/profile.php?id=100000364465251
 
 
 
| Mariane Acordi  
 
   
   
Nasceu em setembro de 1980, em Bagé. Começou na música em 1990, com o professor Flebian Meinardo, na cidade de Candiota, onde morou durante sua infância até cursar a faculdade de Nutrição. Foi nas aulas de violão que descobriu seu talento vocal, quando passou a participar de mostras musicais tocando e cantando.

No segmento artístico, participou como dançarina de invernadas artísticas, até integrar mais tarde os grupos vocais de inúmeras entidades. Foi prenda de CTG e da 18ª Região Tradicionalista.

Participou de diversos festivais tradicionalistas, vencendo muitos deles, tais como: Canto Moleque (Candiota), Coxilha Nativista Piá (Cruz Alta), FEGAES (Cachoeira do Sul), Canto Sem Fronteira (Bagé), Comparsa da Canção Gaúcha (Pinheiro Machado), ENART, Tertúlia de Santa Maria e Canto Farrapo (Ijuí).

Integrou o grupo "Mulheres Pampeanas", e, atualmente, é a voz feminina do Sonido del Alma Gaucha. Seu primeiro trabalho junto ao grupo foi o CD Piá.

Facebook:
https://www.facebook.com/mariane.acordi.1?ref=ts&fref=ts


 
 
 
| Salim Severo Dias  
 
   
   

Nasceu em Outubro de 1983 na cidade de Dom Pedrito, onde reside até hoje.
Comprou sua primeira bateria e seus instrumentos de percussão no ano de 2000 e, a partir daí, começou a praticar acompanhando bandas da cidade.

Participou de vários festivais de música, como: Escola Aberta (Porto Alegre), Canto Moleque (Candiota), Penca da Canção (Santana do Livramento), Ponche Verde da Canção e Amostra do Canto Campeiro (Dom Pedrito), Gauderiada (Rosário do Sul) e Musicanto (Santa Rosa).

No Sonido é toca bateria e percussões.

Paralelamente à música éTécnico Agropecuário no (CEFET-SVS) e cursa Tecnologia do Agronegócio (UNIPAMPA)

Facebook:
http://www.facebook.com/profile.php?id=1674062152

 
 
 
 
 
   
    « voltar
    « página inicial
 
   
 
 
 
 
 
 
 
   
 
 
Sonido del Alma Gaucha® All rights reserved
© Copyright 2006/2017 - Fone: (53) 3247.1366 / 9108.7697 - Bagé/RS
 
 
 
 
 
 
Patrocinador